domingo, 2 de maio de 2010

''Mais um...mais um Bahia!''

''...já pelo campeonato baiano, o Vitória conseguiu mais uma conquista, deixando para trás as críticas dos comentaristas esportivos e a dúvida dos seus torcedores que não acreditavam no título de 2010,  surpreendendo com uma esmagadora vitória em cima do Bahia, que mais uma vez é vice do time rubro negro baiano.''

   Tudo o que ela mais detesta na vida é futebol. Odeia o fanatismo de seu marido pelo Bahia, odeia copa, odeia futebol no sábado a tarde no campinho do condomínio, odeia os gritos de gol do Luciano do Vale e do Silvio Luis e não entende como alguém consegue ficar parado 90min assistindo a um bando de loucos correndo atrás de uma pelota redonda. Sem tautologias.
  Natália fez a chamada da reportagem com um sorriso de canto a canto no rosto. A emissora não consegue arrumar alguém para substituí-la durante a gravidez e ela se nega a sair de frente das câmeras, e enquando isso, amargamente continua com a apresentação do ''Boa Noite Brasil'', mesmo com a recomendação médica para repousar. Seu estômago, antes da gravidez, já anunciava embrulhar a cada vez em que tinha que falar sobre futebol no programa,  assunto tal que detesta desde criança,mas fazia parte do script, logo, teria que falar. Agora, com os 4 meses e a barriga saliente, só de ouvir a palavrida aportuguesada FootBall, começa a se perguntar o por quê de ter nascido nesse planeta: enjôos e vertigens iminentes.

-Pô Natália, tenta ser mais natural cara! Tá dando pra ver seu descontentamento. Os telespectadores tão começando a perguntar que pôrra é essa com você! - 

Era o revisor e diretor geral do telejornal falando através do ponto no ouvido dela, durante a exibição da matéria do título baiano. Gustavo costumava ser bonzinho com a âncora de apenas 27 anos da afiliada TV Jóia, mas ultimamente, achava que ela estava deixando a desejar por conta da gravidez e até sugeriu o afastamento um tempo, o que foi hostilmente repudiado por ela numa das reuniões com a diretoria!

-Já falei que eu fico até os 6 meses!
-E se seu rosto inchar?
-Vocês diminuem! Pra isso existe o Flávio! Ele é ou não é 'foda' na montagem?
-É, mas rosto de grávida não tem jeito. Vai pra casa, Naná! Vai curtir tua gravidez, boneca!
-Já falei que não e acho bom que vocês comecem a parar de pegar no meu pé. Que saco! Eu tô gravida, e não, doente!


Era teimosa feito uma mula e nada a convenceria a ir para casa. Até então.

 Natália estava tonta, e o visor da câmera posicionado em sua frente anunciava que retornariam ao vivo em 10sec. De repente, não sentia as pernas e começou a cogitar a hipótese de estar dando a luz. Se lembrou então de que só tinha 4 meses de gestação...

-Nat... em 5...4...

E ela apagou! Buft!  Caiu em pleno estúdio, enquanto o jornal entrava no ar após a matéria sobre o campeonato baiano. Natália só saberia do mico nacional minutos depois.
  ''Interrompemos nossa programação por falha técnica. Retornaremos em alguns instantes.''

-Natália, você tá bem? - Perguntava Cecília, maquiadora dela.
-Hmm, o que houve?

Sentia a cabeça rodar e o corpo parecia não responder aos estímulos que tardiamente chegavam ao epicentro encefálico. Não sabia o que tinha acontecido, e sua maquiadora começou a explicar o apagão ao vivo...

-Nossaaaa! A câmera pegou isso? - Se preocupava somente com a vergonha nacional em que se metera.
-Não! O Robisvaldo interrompeu!

Sentia-se menos stressada agora. Sua vaidade estava ilesa.
Gustavo invadiu o estúdio apressado. Precisavam continuar...

-Vamos voltar ao ar! Você se sente bem?
-Anham, me sinto sim!
-Então ótimo! Vamos chamar o Caio ao vivo.
-Caio, que caio?
-O artilheiro do campeonato. É aquele ali no telão.

E Natália ignorou a vertigem por ouvir novamente a maldita palavra 'campeonato' e se concentrou nos músculos do atleta exibidos no projetor. Era um moreno de 1.80m 'por ai', e tinha os dentes mais brancos que ela já havia visto. O frenesi agora se encontrava em outro local mais abaixo...

-Me sinto ótima!
-Que bom! Amanhã começaremos a gravar uma matéria sobre o Vitória e você precisa falar bem ao vivo pro cara não desanimar! Ele é peça chave nisso!
-Por que não disse logo? Precisava me preparar!
-Não, não é você quem vai apresentar...
-Como??
-É a Marília do esporte.
-Aquela magrela? De jeito nenhum. Faço questão de puxar a matéria!
-Ué, você não disse que detestava futebol?

E ela nem se lembrava mais por quê havia enjoado minutos antes. O Caio era uma delícia, aos seus olhos, e gravar uma reportagem com ele seria ''muito bom''... Natália esqueceu-se até da rivalidade de seu marido pelo time do entrevistado...

 ''Voltamos ao vivo direto do Barradão com o artilheiro do campeonado baiano, Caio, que com 20 gols...''

E ela deu continuidade ao jornal. Seu marido de casa sem nada entender, se perguntava por quê faziam aquela maldade com sua esposa...

-Pobre naná. Lá está ela falando de futebol de novo! - dizia ele enquanto via sua amada apresentando...

Realmente. A pobre naná estava num sufoco medonho...
Vai entender as mulheres

Um comentário:

Ковёр-самолёт disse...

vitória esmagadora o caralho, o vitória perdeu de 2x1 pro baea em campo, só ganhou por saldo de gols!