quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Edital para provimento de cargo namoratício

[O que no meu caso é quase sempre! Rá!]
  
   Há uma lei intríseca que rege relacionamentos : afinidade.
De acordo com o dicionário, 'afinidade' nada mais é do que...


s.f. Conformidade, aproximação, relação, simpatia: afinidade de gostos, de caracteres; afinidade entre a música e a poesia
    
     Exceto quanto ao sexo, para que a relação perdure, é necessário um mínimo de afinidade entre os seres. Você já ouviu dizer que alguém completamente diferente do outro conseguiu sustentar uma relaçao?
     A Luh Mahé diz que sou burra, chata, abusada, 'escolhona' demais entre outros verbetes que não irei elencar nesse post. Analisando mais um tiquinho, pode até ser que ela tenha lá suas razões, mas qual ser em sã consciência vai abrir as pernas as portas do coração para um outro alguém completamente avesso? Veja bem: a beleza das diferenças têm limite! Não to me referindo à cor de pele, gosto musical ou se prefere ficar em cima ou embaixo na hora do vuco vuco, eu tô falando é das afinidades intrísecas do início do texto, quais são planos, intenções, desejos, metas e principalmente vontade de amar, se entregar.
  Se existisse um prelúdio contratual, uma espécie de Edital para que as pessoas soubessem quais as características pessoais mínimas para que a coisa toda evolua, talvez a coisa fosse tão mais fácil. Parece blefe, mas eu gostaria que os caras que me propõem namoro sem que eu sinta o mínimo de interesse por eles, tivessem a noção de quão desagradável é, ter que admitir que certamente estou fadada à solidão e que também eles não me encantam nem 1% do que os meus olhos cegos gostariam de enxergar. O Léo diz que sou um macho de saias e ele tem lá suas razões para isso, mas é fato mesmo que eu não sou um ser muito fácil de me encantar, e geralmente quando isso acontece, o cara é tão pateta que me deixa escapar...
   Resumindo, a coisa tá feia pro meu lado. Se indenizada eu fosse por não corresponder os sentimentos dos outros, estaria bem rica, usando colcci até pra dormir [coisa de pobre em ascenção, usar Colcci]. Afinidade, meu Deus... Afinidade é a única coisa que eu quero!
 
  1. Da afinidade
1.1- É preciso um mínimo de apreço, aquilo invisível, que eclode quando os olhos se cruzam
1.2- Afinidade implica também química, aquilo invisível outrossim, e pouco provável de acontecer quando do outro lado está ''eu''.
1.3- Os caminhos precisam pelo mínimo possivel, interligar o que vem a ser interesse dos dois;
 
   2. Das coisas que eu não suporto
2.1- É regra clara que eu odeio ser posta de lado, datavenia que meu ego é maior do que a bacia hidrográfica da patagônia central do canal de vênus galático, ou seja: é tão grande que nem os cientistas descobriram ainda graças aos seus incompetentes binóculos.
2.2-  Odeio que peguem no meu pé, já que nasci de 7 meses porque não suportei aquele útero enchendo meu saco o tempo todo, me empurrando comida. Dieta eu faço desde que era um embrião.
2.3-   O fato de eu não ligar não signifca que não me importo: não tenho saco sempre!
 
   3. Daquilo que eu quero!
        Homem não me falta, o que me falta é amor!

5 comentários:

Luciana M. disse...

Se você não se envolver com ninguém nunca vai saber se tem afinidade ou não, as coisas são superficiais demais e no começo todo mundo quer sair de bonitão. E afinidade não é quimica. Vc sempre me disse q não consegue sem quimica. Sem quimica tudo bem, até eu. Mas afinidade, amor, intenções não é coisa de se descobrir em 1 dia..ou 1 mês, muito menos planos, muitas vezes os planos nem surgem, bastando apenas o infinito momento do agora, mas se você não confiar nesse infinito momento, você nunca vai saber, por que você não dá tempo para as coisas acontecerem, vc não se deixa envolver..pareço um disco furado, mas é isso..rs
peixos

Luciana M. disse...

e você misturou duas coisas..

o 1° comentário foi sobre o 1° parágrafo, empolguei e não tinha lido o resto.

descobrir esse amor, esses desejos, planos, e afinidades, só vai acontecer quando alguém encontrar com você e ocorrer uma reação quimica.
Você não é obrigada a ter quimica com todo mundo, e não fique pensando que você é especial por que não quer quem te quer...pq isso não é uma excessão, é uma regra..rs

Lula Lambert disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Glauco M disse...

não precisa procurar a pessoa ou a química juntamente com a tão sonhada afinidade. Elas aparecem do nada, igual a chuva das 4 em Belém. SO basta não ter o coração gelado.

Lula Lambert disse...
Este comentário foi removido pelo autor.