sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Apenas mais um texto de amor...


'Eu gosto tanto de você, que até prefiro esconder...deixo assim ficar, subentendido'


É apenas pretensão, não precisa ser reciproco pra ser verdade...


'Como uma ideia que existe na cabeça e não tem a menor obrigação de acontecer...'


Porque é intenso, real e incalculável. É eterno a medida em que coaduna com a necessidade do ar...


'...eu acho tão bonito isso, de ser abstrato...a beleza é mesmo tão fulgaz!...'


Porque não precisou de nada pra existir... apenas, existir!


'É uma ideia que existe na cabeça e não tem a menor pretensão de acontecer...'


Nem precisa...a alegria que proporciona não é masoquista...é surreal!


'Pode até parecer fraqueza, pois que seja fraqueza então! A alegria que me dá, isso vai sem eu dizer...'


Só me cabe...ninguem mais! Dispenso opiniões...


'Se amanhã não for nada disso, caberá só a mim, esquecer! O que ganho e o que perco, ninguem precisa saber!'


E se amanhã não for nada disso, só restará a mim, o esquecimento de tudo. O que sofri ou o que lucrei, não cabe especulação de outrém! Outrossim, é meu...Proprio e pessoal!






Nenhum comentário: