terça-feira, 22 de dezembro de 2009

A incrível saga de um coração

Dói, e só é dor porque em pouca coisa não é amor
Porque a matéria de amar é complicada,Implica riscos
E sugere poucos acertos



É subliminarmente propensa a erros
É bonita,
É doce
E só tem graça porque é vivida por seres que em pouca coisa se completam, mas sem eles, haveria pouco a falar...



Do que viveria o poeta?
De que iriamos morrer?
A ilusão de amar carece impreterivelmente de uma saga
Pro coração percorrer
Em busca de um ser, irrealizável
Mas que em toda a vida, será indispensável!

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Songbird


''Never felt this love for anyone...

She's not anyone''

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Das coisas e dos delitos

A unica coisa melhor do que chocolate, é correr atrás dele...

Hare Baba delicia!

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Quando foi que eu deixei de te amar?



'A gente não percebe o amor, que se perde aos poucos sem virar
carinho.
Guardar lá dentro não impede, que ele empedre, mesmo crendo-se
infinito!'



É complicada essa materia de amar. De se dar aos poucos mesmo que com pouca, ou sem nenhuma intenção recíproca. É doído você constatar que não significa mais, o que outrora fora motivo de festa. É complicado saber que o que ontem existiu, hoje talvez nem seja mais rabisco infantil.Por mais doloroso que seja , a vida pede nova passagem...novos desafios...

Ontem, era amor . Hoje talvez só reste a vontade de ser novamente o motivo pelo qual se vive intensamente . É como quando se mora só, e se acostuma com o falar dos cômodos vazios, e ao chegar alguem, tornam-se mudos os falantes de outrora. Não percebemos o que morre, mesmo que não tenha noticiário divulgando, folha de obito ou aviso póstumo. Os pensamentos se calam, o amor se esvai...

Só resta o resquício desse amor...

Eu sei que dói. Eu sei também que vai doer muito...mas, vai passar! Eu sei que vai...

Por que as rosas não falam?

Debaixo de minha ponte, não levo sol
Mas também não me molho na chuva
Não vejo os carros passarem
Mas também não respiro suas poluições
Perco os ambulantes, os mendigos
Mas não dou esmola...
Embaixo de minha ponte, não há sol ou chuva
Mas, estou a salvo!

Um turbilhão de sensações


E se eu disser que sou socialista?
Marxista ou nazista?
Você vai perder o tesão?!

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Apenas mais um texto de amor...


'Eu gosto tanto de você, que até prefiro esconder...deixo assim ficar, subentendido'


É apenas pretensão, não precisa ser reciproco pra ser verdade...


'Como uma ideia que existe na cabeça e não tem a menor obrigação de acontecer...'


Porque é intenso, real e incalculável. É eterno a medida em que coaduna com a necessidade do ar...


'...eu acho tão bonito isso, de ser abstrato...a beleza é mesmo tão fulgaz!...'


Porque não precisou de nada pra existir... apenas, existir!


'É uma ideia que existe na cabeça e não tem a menor pretensão de acontecer...'


Nem precisa...a alegria que proporciona não é masoquista...é surreal!


'Pode até parecer fraqueza, pois que seja fraqueza então! A alegria que me dá, isso vai sem eu dizer...'


Só me cabe...ninguem mais! Dispenso opiniões...


'Se amanhã não for nada disso, caberá só a mim, esquecer! O que ganho e o que perco, ninguem precisa saber!'


E se amanhã não for nada disso, só restará a mim, o esquecimento de tudo. O que sofri ou o que lucrei, não cabe especulação de outrém! Outrossim, é meu...Proprio e pessoal!






Por que não te calas?


O que vemos frequentemente através dos veiculos de comunicação, é uma constante falta de senso por parte de nosso representante HORCADES.
Como se não bastassem as pérolas desse cidadão em tempos atrás, novamente, ele surge como um 'fênix' e manifesta indignas e impróprias declarações acerca do Fred.
O Senhor Frederico, como todo o Brasil presenciou ao longo desse ano, mostrou ser um esportista digno da camisa que veste, sendo assim, é desprezível qualquer comentário sobre sua condição, salario ou desempenho dentro e fora das quatro linhas...FRED É 10!
Sendo assim, 'POR QUE NÃO TE CALAS, HORCADES?!'


quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Quando o amor é maior do que o mundo!


Tentei explicar a um conhecido de Pernambuco, toda essa minha fascinação pelo Fluminense Football Club. O que ouvi, ao término de minha explanação, foi uma grave acusação de omissão a minha terra.'Não se deve valorizar o sentimento por clubes de fora, haja visto que eles não valorizam o Nordeste sob hipotese alguma!'

Desconheço tamanha acusação!

Fui emocionalmente bem recebida no Rio de Janeiro, por cariocas tricolores que me mostraram o que é ser bem educado.

Disponibilizaram um arsenal de cuidados que só minha mãe havia feito anteriormente.


Sendo assim, de onde vem esse odio?

Enfim...


O que sei, é que esse amor pelo tricolor não se explica, apenas se sente!
É um misto de emoções que só quem ama, sabe!

Afinal, amor não é algo plausivel de entendimento, mas sim, de sentimento!


Obrigada por existir Fluminense!

Amo você!

Saudações Tricolores