quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Em cada olhar


Guardei

o que aqui fora não posso deixar

E que que cá dentro

já não cabe mais



Coloquei

Na estante de trofeus

não por ser mais um

Mas por ser o unico

Que vale a pena guardar



No jeito certo de saber esperar

O que sacramentalmente meu coração sentenciou como

certo

E acolher o que

Coloquei

em minha vida!



Você!

Meu pedaço de mim

E sem saber como ser

Eu mesma

Me perdi

quando te achei

Enquanto via você

Queimar aqui dentro



O que cá fora não existia!

Nenhum comentário: